Home Notícias

Microsoft anuncia novo Windows 10

E-mail Imprimir PDF

windows-10-g1Novo sistema operacional irá rodar em PCs, smartphones e tablets.
Windows 10 marca a volta do menu 'Iniciar', retirado no Windows 8.

A Microsoft anunciou nesta terça-feira (30) o Windows 10, nova versão do sistema operacional da empresa que irá rodar em PCs, smartphones e tablets. O Windows 10 também marca o retorno do menu "Iniciar" à sua função original, removida do sistema da Microsoft no Windows 8.
Com o Windows 10, a Microsoft "pulou" um número na sequência das versões de seus sistemas. Esse, por exemplo, era chamado informalmente de "Windows 9". "Quando você vir o produto em sua integralidade, eu acredito que você irá concordar conosco que esse é o nome mais apropriado", afirmou Terry Myerson, chefe da divisão de Windows na Microsoft, durante o evento de apresentação.
De acordo com Myerson, o "novo Windows foi construído desde o princípio para um mundo que pensa primeiro em dispositivos móveis e na nuvem". A interface e a loja de aplicativos do sistema é a mesma em todos os aparelhos. Essa é a aposta da companhia para aparelhos com dimensão de 4 a 80 polegadas. Por isso, o Windows 10 também é o sucessor do Windows Phone 8.1, e é o novo sistema operacional dos smartphones da Microsoft.

Iniciar
A volta do menu "Iniciar" como ponto de partida para abrir programas no Windows e personalizar as configurações da máquina é um pedido antigo dos usuários. No Windows 8, o botão foi removido porque a Microsoft tentava unificar o design do sistema em computadores, tablets e smartphones. A decisão fazia parte da estratégia da Microsoft no que se convencionou chamar de era "pós-PC", um cenário onde os computadores perderam espaço para o avanço dos dispositivos móveis. A mudança, porém, não caiu no gosto dos usuários, aparentemente ainda fãs de mouse e teclado.

 

No Windows 8.1, o botão "Iniciar" ele foi novamente incluído, mas de maneira diferente. Ao clicar nele, o usuário não era remetido ao menu clássico, mas à interface chamada de Metro, que organiza os programas instalados no PC em blocos dispostos lado a lado.

A barra lateral Charms foi preservada no novo Windows. Já o menu com cara de smartphone, foi reduzido ao tamanho clássico para a versão voltada a PCs e mantido, com alterações, para tablets e aparelhos com tela sensível ao toque.

Pós-PC não pegou
A família Windows, com todas as suas versões, está instalada em 88,47% dos computadores do mundo, segundo dados da consultoria Net Aplications referentes a agosto deste ano. Mas as versões "pós-PC", os Windows 8 e 8.1, somadas, estão presentes em 13,37% dos desktops. Já o último sistema antes da mudança, o Windows 7, é o mais utilizado: roda em 51,21% dos PCs. Até o Windows XP, que já deixou de receber suporte da Microsoft, é mais popular que os Windows 8 e 8.1, com 23,89% de participação. Segundo Myerson, cerca de 1,5 bilhão de pessoas usam o Windows atualmente.

A Microsoft não anunciou uma data de lançamento, mas informou que o Windows 10 vai chegar aos computadores em 2015. A companhia não informou se haverá incentivo para que usuários dos Windows XP e 7 migrem para a nova plataforma.

 

Fonte: G1



 
Página 1 de 985
Banner
Banner

As 10+ da 93